Quarta-feira, 22 de Outubro de 2008
Cantinho do Fanático I

 

Acabei de ver o jogo desta noite contra o D. Kiev. Confesso que, apesar da azia que sinto, até gostei da exibição da equipa portista.  Jogou-se um futebol agradável, construíram-se jogadas de bom recorte técnico, pressionou-se a equipa adversária, mas acabou por faltar o mais importante: o golo.

 

Esta derrota por 1-0 explica-se em grande medida pelo fraco rendimento de todo o flanco esquerdo portista (Lino e Rodriguez), por um momento menos feliz de Nuno e pela imensa infelicidade portista no último terço do terreno. Em termos de atitude e de estilo de jogo é este o Porto que quero para este ano e não vejo razão para a malta ficar demasiado preocupada. Aquando do último apito do árbitro norueguês,  senti uma óbvia revolta pelo resultado, mas uma vontade gigante de ver o próximo jogo e de ver vingar este resultado.

 

 

Aqui ficam os meus destaques do jogo desta noite:

 

Nuno: não fez uma única defesa ao longo dos 90 minutos, acabando por sofrer um golo de livre directo a 30 metros da baliza em que não fica isento de culpas.

 

Sapunaru: o melhor jogo que o vi fazer. Cometeu a falta que deu origem ao golo, mas não me parece que isso seja suficiente para manchar a sua exibição. Defendeu muito bem e atacou como se de um Bosingwa se tratasse. Não tem a capacidade de explosão nem a velocidade deste último, mas compensa essas lacunas com uma entrega total a cada lance e com um bom jogo de cabeça.

 

Lino: esforçado, mas falta-lhe a qualidade que se exige a um jogador do Porto. Integra-se bem no ataque, mas defende mal, tendo sido pelo seu lado que os ucranianos atacaram com mais vigor.

 

Mariano: não gosto de Mariano, mas gostei do jogo dele. Conseguiu convencer-me e ganhar a titularidade na minha equipa para o jogo com o Leixões. Bem no um para um, mostrou grande disponibilidade enquanto as pernas permitiram. Saiu tarde, mas com uma exibição positiva.

 

Rodriguez: há muito que deixou de merecer a titularidade. Titularidade essa que só se explica pelas lesões de Mariano e Tarik. Pesado, com jogadas previsíveis, não conseguiu fazer a diferença que se espera de um extremo. Talvez precise descansar durante uns jogos para depois voltar ao nível a que nos habituou, quando vestia outras cores.

 

Lisandro e Lucho:  têm em comum a classe, a disponibilidade, o amor ao clube e ao jogo. Correm quilómetros e parecem ter sempre energia para dar mais um sprint para criar uma linha de passe e rapidamente aparecer perto da área para finalizar. Lisandro é pau para toda a colher na equipa portista. Não me lembro de ver um ponta-de-lança aparecer como trinco para receber a bola dos centrais. Só mesmo Lisandro. 

 

Hulk: tem de perceber que o futebol é um jogo de equipa e que rematar nem sempre é a melhor opção, principalmente quando está a 25 metros da baliza e tem colegas seus em desmarcação. Lisandro tentou explicar-lhe isso várias vezes ao longo do jogo, sem êxito.

 

Tarik: Entrou na 2ª parte para o lugar de Rodriguez e contra todas as previsões passou a jogar atrás de Hulk. Perdeu ele e perdeu a equipa, pois se tivesse sido colocado nas alas, teria dado mais largura ao ataque portista, ajudando a criar mais espaços para as movimentações de Lisandro e de Hulk.

 

O apuramento está, sem dúvida, mais difícil. Mas a jogar assim, e trocando um ou dois nomes no onze inicial, vamos ganhar à Ucrânia e à Turquia. Escrevam o que vos digo.

 

 


tags:

publicado por rjm99 às 01:10
link do post | Digam coisas | O que se disse (6) | favorito

Terça-feira, 21 de Outubro de 2008
Cantinho do Fanático

Perdemos em casa com o Dynamo de Kiev! Não vi o jogo. Foram-me valendo as mensagens do Gago e o site da UEFA. Graças ao MEO consegui gravar o jogo e vou agora revê-lo para poder perceber o que correu mal. Mas desde já pergunto: há alguma razão para a exclusão de Fucile da lista de convocados??

 

Vou ver o jogo!


tags:

publicado por rjm99 às 23:51
link do post | Digam coisas | favorito

Terça-feira, 7 de Outubro de 2008
Bruno Geraldão

A última semana foi dura. Depois das 4 balas bem quentinhas disparadas pelos Gunners, seguiram-se as mensagens e os telefonemas da praxe só para me fazer perceber que o Porto, quando perde, também faz gente feliz! Nada contra! No dia seguinte, foram inúmeros os apertos de mão com apenas 4 dedos e foram incontáveis os prognósticos catastróficos para o clássico seguinte.

 

As coisas acabaram por correr bem. Graças, sobretudo, a este homem! Bruno Alves é o novo Geraldão! 

 


sinto-me:
tags:

publicado por rjm99 às 19:24
link do post | Digam coisas | O que se disse (3) | favorito

Autores
pesquisar
 
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23

25
26
27
28
29
30
31


O que já foi escrito

Cantinho do Fanático I

Cantinho do Fanático

Bruno Geraldão

arquivos

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

links
subscrever feeds
Värnamo
Lisboa
Fazer olhinhos
blogs SAPO