De Daniel Martins a 31 de Outubro de 2008 às 17:13
É realmente muito difícil compreender o critério de Jesualdo no que toca aos excedentários do plantel. E isto torna-se ainda mais difícil quando vemos as boas prestações que têm nos clubes aos quais são emprestados. O Alan é um caso flagrante. Temos ainda o Ibson e o Pitbull que nem sequer mereceram uma oportunidade.
Bem sei que quando as coisas começam a correr mal é fácil pegar neste tipo de argumentos.
Mas também sei que desde que o Jesualdo pegou na equipa, a gestão dos recursos humanos do FCP não tem sido feita com equilíbrio. Isto é, os bons jogadores partem e nunca chegam outros capazes de os substituir.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres