8 comentários:
De naovaspacuba. o tal a 6 de Agosto de 2008 às 10:02
Ainda só li a primeira linha mas não gostei "do tal naovaspacuba". Sabes perfeitamente quem é esse tal e se não gostas eu posso sempre deixar de escrever aqui. beijinho


De Carol_k a 6 de Agosto de 2008 às 10:08
Sabe??? Olha, eu não! Maldito, nunca me conta nada...


De naovaspacuba. o tal a 6 de Agosto de 2008 às 10:22
E tu, Carol K. O que achas de tudo isto? (já que entraste na discussão)


De Carol_k a 6 de Agosto de 2008 às 14:09
Eu acho que violência gera violência. Isso explica muita coisa.


De naovaspacuba. o tal a 6 de Agosto de 2008 às 14:16
Pois. A Ingrid tem um longo historial de violência...


De Carol_k a 6 de Agosto de 2008 às 20:14
Acho que percebeste.

Mas não, não sou a defensora que é o Rjm99. Reconheço alguns valores, repudio alguns actos.

No entanto, e por isso o "violência gera violência", não sei o que faria se estivesse no lugar deles. Sei apenas que, se estivesse à frente de um país, não o faria como faz esse Presidente. Isso é certo. Aqui, não encontro qualquer "mas" (a não ser um possível "mas era capaz de me subir à cabeça e até podia perder a dignidade").

É esta a minha posição. Moderada e cautelosa. O que nem é muito comum em mim...


De naovaspacuba. o tal a 6 de Agosto de 2008 às 10:16
Nunca me ouviste dizer que o Uribe era um santinho. Achas que a melhor maneira de lidar com um gajo como o Uribe é criar uma guerrilha e andar por ai a matar pessoal?
Não dividas esta merda com o lado dos bons e o lado dos maus. São todos uns cabrões a começar nos teus amigos da floresta!
Sim , as FARC continuam a ser os maiores narcotraficantes do mundo, recrutam criancinhas que deviam estar na escola e ensinam-nos a disparar metrelhadoras.
Pode ser que um dia percam o medo e se formem enquanto partido politico. Assim podiam ir a eleições e deixar que o povo os legitimasse como fazem as associações livres e sem medos, aqueles que não são assassinos nem traficantes. Mas desde que me conheço que nunca vi o povo a votar em escumalha assim. E as FARC sabem disso por isso continuam na floresta a fazer de conta que são heróis quando só querem amealhar uma fortunazita enquanto usam a causa como desculpa. Vai ver a conta bancária do líderes das FARC e vê como eles são comunistas e dividem pelo povo... Abre os olhos rapaz!! Abraço


De fã incondicional do naovaspacuba, o tal. a 6 de Agosto de 2008 às 14:46
Uribe, narcotraficantes, FARC, sinceramente para mim estão todos dentro da mesma lógica de guerrilhazinha. E pelos teus posts pró-FARCquianos, anti-Uribe e mais-ou-menos-contra-o-terrorismo, creio que não podes negar que, em termos de radicalismo e violência, Uribe e as FARC estão até bastante próximos. Só não percebo: como é que a acção manipuladora dos paramilitares e de um ditador te chateia tanto e o facto das FARC terem como combatentes miúdos de 12 anos de arma na mão que, se fizerem merda ou tentarem escapar das fileiras, são torturadas e mortas, não te causa comichão? E já nem falo de narcotráfico, sequestros e violação dos direitos humanos…

A mim, parece-me que, ao estares tão convicto da legitimidade de um movimento revolucionário que utiliza a arma do terrorismo em prol da vontade de um povo oprimido (é isto não é?), tens ao mesmo tempo uma grande necessidade de evidenciar o lado negro de Uribe para, precisamente, justificar a acção das FARC. Mas a acção das FARC não tem como ser justificada, por mais feio que pintem o Uribe. Deixemos os eufemismos e a suavização dos factos, é de terrorismo puro e duro que estamos a falar. O velho argumento de que a via terrorista-revolucionária das FARC é o único meio de combate em face à conjuntura político-social de um país e de um governo de ditadura, não deixa de ser um argumento bastante confortável para que os FARC-Fãs possam dormir com a consciência tranquila. Mas se é essa a linha argumentativa que sustenta a tua posição, e não a ideologia por si só do grupo revolucionário que defendes, então se calhar não estás assim tão seguro das tuas convicções.

Desculpa a invasão! Mas a discussão do tema quer-se construtiva :)


Comentar post